23 abril 2008

Prefeito e vice de Umburanas são cassados

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por maioria de votos, negou provimento ao Recurso Especial (REsp 28040) e manteve decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) que cassou o prefeito e o vice-prefeito de Umburanas (BA), Edil Muniz Lopes e Jilson Braga Ribeiro, ambos do DEM.

O prefeito e o vice de Umburanas foram acusados de suspensão de aulas na rede municipal de ensino para que alunos e funcionários participassem de passeata em apoio ao candidato Edil Muniz, além de utilização de veículos que prestavam serviço à Prefeitura para veiculação de propaganda política, bem como de utilização de servidores públicos municipais na campanha das eleições de 2004.

Um comentário:

Anônimo disse...

Apesar da morosidade da Justiça Brasileira e embora tardiamente, o Supremo Tribunal fez de fato JUSTIÇA com a sociedade de Umburanas, que vem sofrendo arduamente com sua cidade desgovernada a mais de um ano sob o jugo de "Aves de rapina" que não têm visão do que é uma sociedade carente e desprotegida.
Espera-se portanto que, os tramites legais permitam a esse povo usufruir dos seus direitos que é o de fazer valer a sua escolha eleitoral de forma concisa e transparente.