13 maio 2008

Avanço do salário mínimo diminui distância de pisos

Um estudo do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), divulgado ontem, destacou a existência de uma tendência de aproximação dos pisos salariais e do salário mínimo oficial, percebida no ano passado. De acordo com a entidade, a proporção de categorias profissionais cujo piso negociado não supera o mínimo em 25% aumentou consideravelmente.

O documento mostra que em 77% dos casos de negociação no ano passado, o patamar de 1,5 salário mínimo não foi ultrapassado, enquanto 56% atingiram no máximo 1,25 salário mínimo. O estudo também revelou que no comércio, 85% das 102 negociações registradas em 2007 asseguraram pisos equivalentes a, no máximo, 1,5 salário mínimo. Na indústria, quase 80% dos acordos estabeleceram pisos nessa faixa, sendo que mais da metade não superou 1,25 mínimo.

Nenhum comentário: