08 maio 2008

Ministra convenceu em seu depoimento, admite a oposição

A base aliada do governo Lula comemorou o desempenho da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) no depoimento à Comissão de Infra-Estrutura do Senado que teve início na manhã de ontem.

Senadores da oposição também admitiram que a tentativa do senador José Agripino Maia (DEM-RN) de constrangê-la evocando o período da ditadura militar —quando Dilma foi presa e torturada— acabou se revertendo em favor da ministra, deixando o suposto dossiê com gastos da gestão Fernando Henrique Cardoso (PSDB) em segundo plano nos debates.

Senadores da oposição reconheceram que Dilma saiu fortalecida com o depoimento. A ministra chegou a embargar a voz quando disse que tem “orgulho” de ter mentido na época da ditadura para salvar a si própria e a colegas militantes em meio às torturas recebidas pelo grupo.

Alguns oposicionistas não esconderam a irritação por Agripino ter levantado o assunto “ditadura militar” no depoimento que tinha como foco os gastos da gestão Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Nenhum comentário: