14 junho 2008

Empresários e ex-secretário municipal acionados por fraude em processo liciatório

A contratação irregular de empresas de prestação de serviços de limpeza, conservação e manutenção predial e suporte operacional pelo Município de Salvador, com dispensa indevida de licitação através da “fabricação de situação de emergência”, motivou o Ministério Público Estadual (MPE) a ajuizar uma ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra o ex-secretário municipal de Administração Luiz Carlos Café; a ex-coordenadora da Central de Gestão de Serviços e Contratos (CSC) da Prefeitura de Salvador, Jovenice Pinheiro de Sá; e os empresários Marcelo Guimarães, Jairo Barreiros de Almeida, Jairo Barreiros de Almeida Filho, Jorge Luiz Bonfim, Clemilton Rezende, Fábio Rezende, José Perez Estevez, Cristiano Medeiros Lima, Auro Ricardo Pisani da Silva e Hélio de Morais Júnior. A ação, de autoria das promotoras de Justiça Rita Tourinho e Heliete Viana, do Grupo de Atuação Especial de Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa (Gepam), teve por base investigações e escutas telefônicas realizadas pela Polícia Federal.

Nenhum comentário: