18 outubro 2008

Pinheiro e Wagner atraem mais de 20 mil ao Farol

Definitivamente o Farol da Barra se tornou um reduto petista. Vide os comícios das candidaturas do presidente Lula e do governador Jaques Wagner. Agora, é a vez de Walter Pinheiro. A coordenação da coligação "Salvador, Bahia, Brasil" estima que, pelo menos, 20 mil pessoas compareçam ao local ontem para o chamado "Comício da Vitória".

Desta vez, Jaques Wagner - distante dos compromissos da base aliada ao governo do Estado - fez a primeira participação de rua e foi manifestar pessoalmente o apoio ao candidato petista.


Estiveram também no ato a governadora do Pará, Ana Julia, e a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins. Walter Pinheiro foi o último orador da noite. Em seu discurso, ele comentou o "descrédito" inicial da campanha. "Diziam que não íamos para lugar nenhum e devolvermos à nossa militância a vontade de dizer que nossos sonhos continuam vivos, nossa esperança continua firme, a alegria de olhar no olho, frente a frente". Logo em seguida, Pinheiro, emocionado, comparou o espírito da campanha às peculiaridades do povo soteropolitano. "A campanha tem a cara, o jeito e o cheiro da gente de Salvador, do povo sofrido, das mulheres, dos negros, da militância que não arreda o pé, que vive na dificuldade, mas tem alegria de dizer que vamos vencer e superar todos os obstáculos", afirmou.

Nenhum comentário: