16 julho 2009

Exemplo de líder

O líder tucano no Senado, Arthur Virgílio (PSDB-AM), que pede a saída imediata do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), disse na quarta-feira (1º) que devolverá recursos à instituição advindos de sua farra confessa com o dinheiro público.

O polêmico tucano, que discursa enfaticamente em prol da ética, admitiu que utilizou verbas do Senado para pagar o ex-funcionário de seu gabinete, Carlos Alberto de Andrade Nina Neto. Segundo ele, embora seja assalariado do povo, com obeso salário e verba indenizatória, o débito irregular terá que sair do bolso da sua mulher. “A minha esposa vai vender parte dos seus bens para quitar esta dívida”, declarou em plenário. Dito por ele próprio como um exemplo de idoneidade, o amazonense pediu ainda a quebra de todos os sigilos do ex-diretor da Casa, Agaciel Maia.

Um comentário:

Anônimo disse...

Haha, agora ele que tomou uma surra nas urnas, esta fora do senado.