29 agosto 2009

Marido de Lina Vieira foi ministro de FHC

O marido de Lina Vieira (ex-secretaria da Receita Federal), aquela que inventou uma reunião, sem data, nem hora, com a Ministra Dilma Rousseff, chama-se Alexandre Firmino de Melo Filho.

Foi Ministro da Integração Nacional do governo FHC, interino por quase um ano, no período de 20.08.1999 a 17.07.2000.Antes de assumir como ministro, foi secretário executivo do ministério.

Alexandre Firmino é publicitário e economista. Sua agência "Dois A Publicidade" já atendeu o governo do Rio Grande do Norte (governo do PSB da base governista) e a Prefeitura de Natal (governo demo-tucano do PV, apoiado por Agripino). Também é sócio em gráfica.

Falta confirmação se trabalhou em campanhas políticas. Há boatos de que já trabalhou na campanha de um famoso senador do DEM do Rio Grande do Norte.

Bons policiais sabem que para desvendar um crime que parece inexplicável, uma boa pista é a motivação. Pois apareceu a clara motivação política para toda essa encenação. Tudo indica que a bancada de senadores demo-tucanos conspiraram de novo, com a mãozinha de FHC e Serra por trás desse teatro todo.

Você leu isso em algum jornal ou blog do PIG? Viu no Jornal Nacional ou em outro canal de TV? Não leu, nem viu. A mídia sonegou essa informação, participando da encenação. E qualquer jornalista mais experiente em Brasília sabia disso. Noblat, para dar apenas um exemplo, já trabalhou na campanha de José Agripino Maia, para goerndador do Rio Grande do Norte, nas eleições de 1990, e conhece os bastidores do poder no Rio Grande do Norte.

04 agosto 2009

PAA é Lançado na Chapada Diamantina

Aplausos de pé, apresentações de beneficiários do CRAS, artistas locais, recital de poesia, foi esse o clima festivo que nesta segunda-feira ( 03 de agosto ) reinou durante todo o dia, na cidade de Nova Redenção, Chapada Diamantina, local escolhido para a primeira compra direta do Programa de Aquisição de Alimentos, que inclui 1,9 mil agricultores familiares na cadeia produtiva e promove a segurança alimentar de 94,4 mil pessoas com a compra de 4,3 mil toneladas de alimentos em todo o estado da Bahia.

Ao todo serão 20 municípios nos Consórcios de Segurança Alimentar e Desenvolvimento Local (CONSAD) de Brumado e Vale do Jequiriçá, Territórios da Cidadania Sul e Chapada. Os investimentos somam R$ 7,3 milhões, oriundos de contrapartida do governo federal e do estado da Bahia, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate a Pobreza.

Esta é mais uma das importantes ações do programa Fome Zero, uma ação que “cuida do povo” segundo o Secretário Valmir Assunção que esteve presente ao lançamento no município de Nova Redenção, onde serão atendidos 95 pequenos produtores.

A atividade reuniu mais de 400 pessoas, além do prefeito Ivan Soares ( Nova Redenção ), o prefeito Wilson Cardoso ( Andaraí ), Ana Torquato ( Superintendência de Inclusão e Assistência Alimentar), Kalypsa Brito ( DIREC18), Ana Maria (Coordenadora do PAA), além de lideranças locais, vereadores e secretários municipais.