29 agosto 2009

Marido de Lina Vieira foi ministro de FHC

O marido de Lina Vieira (ex-secretaria da Receita Federal), aquela que inventou uma reunião, sem data, nem hora, com a Ministra Dilma Rousseff, chama-se Alexandre Firmino de Melo Filho.

Foi Ministro da Integração Nacional do governo FHC, interino por quase um ano, no período de 20.08.1999 a 17.07.2000.Antes de assumir como ministro, foi secretário executivo do ministério.

Alexandre Firmino é publicitário e economista. Sua agência "Dois A Publicidade" já atendeu o governo do Rio Grande do Norte (governo do PSB da base governista) e a Prefeitura de Natal (governo demo-tucano do PV, apoiado por Agripino). Também é sócio em gráfica.

Falta confirmação se trabalhou em campanhas políticas. Há boatos de que já trabalhou na campanha de um famoso senador do DEM do Rio Grande do Norte.

Bons policiais sabem que para desvendar um crime que parece inexplicável, uma boa pista é a motivação. Pois apareceu a clara motivação política para toda essa encenação. Tudo indica que a bancada de senadores demo-tucanos conspiraram de novo, com a mãozinha de FHC e Serra por trás desse teatro todo.

Você leu isso em algum jornal ou blog do PIG? Viu no Jornal Nacional ou em outro canal de TV? Não leu, nem viu. A mídia sonegou essa informação, participando da encenação. E qualquer jornalista mais experiente em Brasília sabia disso. Noblat, para dar apenas um exemplo, já trabalhou na campanha de José Agripino Maia, para goerndador do Rio Grande do Norte, nas eleições de 1990, e conhece os bastidores do poder no Rio Grande do Norte.

Nenhum comentário: