25 setembro 2009

Lula: "Zelaya fica quanto quiser em embaixada"

O presidente Lula afirmou nesta sexta-feira (25), durante a cúpula do G20 em Pittsburgh, nos Estados Unidos, que o chefe de Estado deposto de Honduras, Manuel Zelaya, poderá ficar “quanto tempo for necessário” na Embaixada do Brasil em Tegucigalpa, capital do país. A medida seria uma forma de garantir a segurança do líder, que tenta o diálogo com o governo interino do presidente do Congresso, Roberto Micheletti, para voltar ao poder. Contudo, o interino pretende permanecer no poder até janeiro, na expectativa de que seja convocada uma nova eleição em novembro "O único caminho para restaurar a normalidade é Zelaya convocar eleições, e não os líderes golpistas", endossou Lula.

Nenhum comentário: