31 outubro 2009

Seabra terá Hospital Regional

A construção de dois novos hospitais, um em Seabra e outro em Teixeira de Freitas, foi anunciada pelo secretário estadual da Saúde, Jorge Solla, durante a 157ª reunião ordinária do Conselho Estadual de Saúde, que aconteceu na Assembléia Legislativa da Bahia, em Salvador. As duas novas unidades reforçam a saúde no Estado, ampliando em 1.100 o número de leitos disponíveis. Segundo Solla, esta é uma das maiores ampliações da rede hospitalar que a Bahia já presenciou. “Nos últimos dois anos foram habilitados 139 leitos de UTI, o que representa mais de 36% de ampliação de leitos para este tipo de serviço, se comparado com todos os que foram habilitados até 2006.”, afirmou o secretário. Além dos novos hospitais, ele informou que 151 novas Unidades de Saúde da Família (USF) foram entregues no primeiro semestre, 29 foram reformadas e outras tiveram suas construções iniciadas, com o objetivo de se chegar até o final de 2010 com 400 postos.

09 outubro 2009

Efeitos da crise: municípios demitem servidores

Prefeitos do interior da Bahia estão recorrendo a demissões de servidores para conseguir honrar os compromissos com a queda de arrecadação.

Em Valente, no semiárido baiano, o prefeito Ubaldino Amaral anunciou recentemente a demissão de alguns servidores com o objetivo de fazer ajustes na folha da prefeitura. "Eu não tenho outra saída. Já estamos tomando algumas medidas para contenção de despesas, mas mesmo assim teremos que demitir", disse Ubaldino.

Em Tucano, também no semiárido, a prefeitura anunciou desde o final de agosto a demissão de cerca de 300 servidores municipais como medida para enquadrar a folha de pessoal à nova realidade das receitas da prefeitura.

Em Ubatã, na região sul, a demissão de 270 funcionários concursados no mês passado gerou uma forte tensão no município. Depois das demissões, a Câmara de Vereadores chegou a convocar algumas sessões para tratar do assunto. Na oportunidade, a Polícia Militar precisou de reforços para evitar confrontos e depredação do patrimônio público. O prefeito Agilson Muniz (PCdoB) alegou que o concurso que resultou na contratação dos demitidos foi ilegal. O concurso foi realizado na gestão do ex-prefeito Dailton Magalhães, o Dai da Caixa, preso por duas vezes pelas polícias Militar e Federal.

Recorde histórico: reservas acima de US$ 230 bilhões

As reservas brasileiras ultrapassaram a marca histórica de US$ 230 bilhões nesta sexta-feira (9). Os números foram divulgados pelo Banco Central, que aponta um incremento de R$ 5 bilhões no volume de dólares que o país mantém em caixa. Este é o maior patamar já atingido na história. Sobre a compra da moeda americana pelo BC, a confirmação só será realizada na próxima semana, quando o órgão irá atualizar o volume de compras de divisas.

Paulo Souto e a Ilha do Urubu

O escandaloso caso da Ilha do Urubu, negociata promovida pelo ex-governador Paulo Souto (DEM) no apagar das luzes de seu governo, em novembro de 2006, foi denunciado pelo deputado Emiliano José (PT-BA) na Câmara Federal (dia 30/9). Ele lembrou que o ex-governador está sendo acusado de ilegalidade por Rubens Luis Freiberger e seu advogado, José César Oliveira, através de uma ação popular que tramita no Tribunal de Justiça da Bahia acerca do processo que envolveu a doação de terras da Ilha do Urubu, localizada no município de Porto Seguro, no Extremo Sul da Bahia.

O parlamentar afirmou que a doação da Ilha do Urubu, após a derrota eleitoral de 2006, é apenas um pequeno episódio da estratégia adotada por Paulo Souto para prejudicar o novo governo. "O ex-governador executou três formas de ação: procurou cobrir o descalabro contábil e financeiro do seu final de mandato; beneficiou os amigos o máximo possível; e criou numerosas obrigações para o governo Jaques Wagner, deixando o terreno minado por verdadeiras bombas de efeito retardado".

02 outubro 2009

Rio 2016: Fidel, o grande vitorioso em Jogos Olímpicos das Américas elogia vitória do Brasil

Uma vitória do Terceiro Mundo, afirma Fidel
Poderosas potencias económicas compitieron por ser sede de las Olimpiadas en el 2016, entre ellas las dos más industrializadas del planeta: Estados Unidos y Japón. Triunfó sin embargo Río de Janeiro, una ciudad de Brasil.

Que no se diga ahora que fue generosidad de las naciones ricas con Brasil, un país del Tercer Mundo.

El triunfo de esa ciudad brasileña es una prueba de la creciente influencia de los países que luchan por su desarrollo. Con seguridad, en los pueblos de América Latina, África y Asia, la elección de Río de Janeiro será recibida con agrado en medio de la crisis económica y la incertidumbre actual con el cambio climático.

Aunque deportes populares como la pelota sean eliminados de las competencias para dar cabida a entretenimientos de burgueses y ricos, los pueblos del Tercer Mundo comparten la alegría de los brasileños y apoyarán a Río de Janeiro como organizador de los Juegos Olímpicos del 2016.

Es un deber presentarse en Copenhague con la misma unidad, y luchar para evitar que el cambio climático y las guerras de conquista prevalezcan sobre la voluntad de paz, el desarrollo y la supervivencia de todos los pueblos del mundo.










Fidel Castro Ruz
Octubre 2 de 2009
2 y 55 p.m.

Brasil sediará Jogos Olímpicos de 2016

O Comitê Olímpico Internacional divulgou os números das votações nas três rodadas.

Rio vence de virada

1ª rodada
RIO DE JANEIRO 26
MADRI 28
TÓQUIO 22
CHICAGO 18

Espanto dos EUA


2ª rodada
RIO DE JANEIRO 46
MADRI 29
TÓQUIO 20

Decepção Espanhola

3ª rodada
RIO DE JANEIRO 66
MADRI 32

Emoção Brasileira


Na primeira, Madri foi a cidade vencedora, com 28 votos, dois a mais do que a candidatura carioca. Chicago foi a eliminada, com 18. Na segunda rodada, o Rio conseguiu uma virada e tanto. Ficou perto até de conseguir a maioria dos votos, o que eliminaria a necessidade da terceira rodada. Obteve 46 votos, contra 49 de Madri e Tóquio, somados. Os japoneses levaram a pior e saíram da disputa. Na terceira e última rodada foram 66 votos contra 32 conseguidos por Madri.