01 novembro 2009

Pré-candidato tucano a presidente bate em mulher

Aécio Neves, o governador tucano de Minas Gerais, agrediu a namorada em uma festa. É isso que conta o jornalista Juca Kfouri. Segundo o jornalista, Aécio, deu um empurrão e um tapa em sua acompanhante, no domingo passado, em festa da Calvin Klein, no Hotel Fasano, no Rio. Depois do incidente, segundo diversas testemunhas, cada um foi para um lado, diante do constrangimento geral. A Lei Maria da Penha não foi aplicada.

Juca Kfouri acrescenta que "a imprensa brasileira não pode repetir com nenhum candidato a presidência da República a cortina de silêncio que cercou Fernando Collor, embora seus hábitos fossem conhecidos." Parece que a imprensa não ouviu o desabafo do Juca. Ninguém divulgou os tabefes que Aécio deu na namorada.

Nota: Às 15h18, o Blog do Juca Kfouri recebeu nota da assessoria de imprensa do governo mineiro desmentindo a informação e a considerando caluniosa, porém afirma que a mantém inalterada.

E por falar em Fernando Collor, a ex Rosane, diz para a Agência de notícias Efe que qualquer coisa que aconteça a ela é responsabilidade do seu ex-marido.

A colunista Joyce Pascowitch, dia 26.10, sem citar o nome do governador também relatou o caso em sua coluna na "Folha de São Paulo", conforme transcrito abaixo:

"Um dos convidados mais importantes e famosos da festa que o estilista Francisco Costa, da Calvin Klein, deu na piscina do hotel Fasano, no Rio, nesse domingo, (26.10.2009), acabou estrelando uma cena que deixou todos os convidados constrangidos: visivelmente alterado, ele deu um tapa na moça que o acompanhava - namorada dele há algum tempo. Ela caiu no chão, levantou e revidou a agressão. A plateia era grande e alguns chegaram a separar o casal para apartar a briga. O clima, claro, ficou muito pesado". Site da Joyce Pascowitch.

Nenhum comentário: