09 junho 2010

Pré-Sal: CNM e prefeitos estão mobilizados para derrubar substitutivo de Romero Jucá

O municipalismo vive hoje o seu dia "D" na luta para ter garantida a participação de todos os Municípios nos Royalties do pré-sal.

O Líder do governo, senador Romero Jucá, do PMDB de Roraima, apresentou ontem um substitutivo que se aprovado vai tirar dos Municípios os ganhos de mais de R$ 3 bilhões que se conseguir durante a votação da mesma matéria na Câmara.

O substitutivo de Jucá unifica o projeto que cria o Fundo Social (PLC 7/2010) e a parte do PLC 16/2010 que trata do regime de partilha, deixando de fora a distribuição dos royalties que interessa aos Municípios. Trata-se de um verdadeiro golpe contra os Municípios brasileiros.

A posição da CNM é pela reprovação do substitutivo de Jucá. Caso o mesmo seja aprovado, é necessário pressionar os senadores para que apreciem e aprovem a emenda apresentada pela CNM que inclui a repartição dos royalties neste projeto.

Prefeito e Prefeita. Para que tenhamos êxito precisamos de seu máximo empenho durante todo o dia de hoje, junto aos senadores de seu Estado. Se o substitutivo do senador Jucá for aprovado, as regras atuais dos royalties continuarão valendo, o que representará prejuízos incalculáveis aos Municípios brasileiros.

Ligue para o seu senador, envie telegrama, fax, enfim, hoje todas as formas de pressão são necessárias. Acompanhe a votação pela TV Senado, a partir das duas horas da tarde e confira se seu senador está votando em favor do interesse dos Municípios.

Contamos com o seu apoio e efetiva participação neste momento decisivo para os Municípios brasileiros.

Paulo Ziulkoski
Acesse o site da CNM

02 junho 2010

Chapada Diamantina terá seu Hospital Regional

Depois de ter inaugurada uma unidade do Hemoba, ter aprovado na CIB a implantação do SAMU, a Chapada Diamantina terá seu Hospital Regional. Enfim um governante que vem atender uma grande e antiga reivindicação da sociedade. Sensível ao fato de que os pacientes da região são atendidos em centros como Salvador, Feira de Santana e Vitória da Conquista, o governador Wagner assina a ordem de serviço para construção da unidade na cidade de Seabra, sede da 27ª Dires. O ato ocorrerá na sexta-feira, 04 de junho, em Seabra, às 09:00h, na Praça de Eventos.

Abaixo nota da Assessoria de Comunicação da SESAB:


SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO
02 de junho de 2010

Governo assina ordem de serviço da primeira etapa do Hospital Regional da Chapada

A ordem de serviço para o início das obras do Hospital Regional da Chapada, que será construído em Seabra, será assinada nesta sexta-feira (4), às 9h, naquela cidade, pelo governador do Estado, Jaques Wagner, acompanhado pelo secretário da Saúde do Estado, Jorge Solla. A unidade, com previsão de ser aberta até o final de 2010, será construída às margens da BR 242, numa área de 22 mil cedida pelo Departamento de Infra estrutura de Transportes da Bahia (Derba).

A primeira fase da implantação da unidade, que terá uma área total de 1.194 metros quadrados e investimento de cerca de R$ 3 milhões, compreenderá o módulo de emergência, urgência, leitos de observação, apoio diagnóstico e também espaço para apoio logístico e administrativo. A unidade beneficiará cerca de 360 mil pessoas que residem nos 23 municípios que compõem a área da Chapada Diamantina. De acordo com Jorge Solla, a Chapada é uma área que apresenta um grande vazio assistencial e esse será o primeiro hospital de grande porte da região.

A nova unidade hospitalar da rede da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) contará com 100 leitos divididos em 20 de clínica cirúrgica geral; 10 de clínica cirúrgica ortopédica; 24 de clínica médica; 12 de pediatria; 12 de obstetrícia; 12 de cuidados prolongados; e também 10 leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O hospital contará ainda com centro cirúrgico, central de materiais esterilizados, serviços de farmácia, nutrição e laboratório quando as obras da unidade foram totalmente concluídas.

O Hospital Regional da Chapada atenderá urgência e emergência nas especialidades de pediatria, clínica médica, cirurgia geral, obstetrícia e anestesiologia quando estiver com sua capacidade plena instalada. O apoio diagnóstico e terapêutico contará com laboratório de análises clínicas, anatomopatologia, radiologia convencional, ultra-sonografia, endoscopia e eletrocardiograma.


L.R. DRT 2.600/BA
Seabra/ordem de serviço