15 julho 2012

Emiliano José reassume mandato na Câmara dos Deputados

O jornalista, professor e escritor Emiliano José (PT-BA) está de volta à Câmara Federal dos Deputados. O parlamentar tomou posse nesta quarta-feira, 11, e vai substituir o deputado federal Nelson Pelegrino (PT-BA), licenciado para disputar a prefeitura de Salvador nas eleições deste ano. Temas como a expansão e melhoria da educação pública no país, o fortalecimento da agricultura familiar, a democratização da comunicação brasileira e a instituição de um marco civil da internet, além, é claro, da luta pelos direitos humanos e pelo fortalecimento da Comissão Nacional da Verdade permanecem como algumas das principais bandeiras do mandato. Leia mais

"Temos um projeto político que resgatará a autoestima de Salvador", afirma parlamentar
Entrevistado pelo jornalista Moisés Bisesti, do programa A Força do Povo, na rádio Cruzeiro, o deputado federal Emiliano José (PT-BA) reafirmou a candidatura do deputado federal Nelson Pelegrino, na disputa pela prefeitura de Salvador. "Nós, do PT, temos absoluta confiança na candidatura do companheiro Pelegrino que, com certeza, saberá resolver alguns dos principais problemas da cidade, como a mobilidade urbana, a qualidade de vida da sua população. Temos um projeto político que resgatará a autoestima de Salvador",  afirmou o petista. Leia mais

Encontro na capital baiana fortalece relações entre Brasil e Itália

gedc3263 - cópia.jpg
As relações entre Brasil e Itália estão cada vez mais próximas. Emiliano José (PT-BA) recepcionou em Salvador o ex-governador da Toscana, Claudio Martini e o presidente do Instituto Itália-Brasil, Mauro Perini, durante passagem dos visitantes pela Bahia. Interessados em conhecer um pouco mais sobre a política e a cultura brasileira, os integrantes do Partido Democrático italiano foram recebidos pelo presidente do PT da Bahia, Jonas Paulo, na sede do Partido. A agenda incluiu ainda a visita à Senzala do Barro Preto, sede do Ilê Aiyê, e à Fundação Casa de Jorge Amado. Leia mais

Artigo A Tarde: Golpe no Paraguai
O golpe no Paraguai não pode, nem deve ser subestimado. As forças democráticas da América Latina não podem se calar, e uma parte delas já se manifestou com clareza condenando a ação da direita paraguaia. Como é que em poucas horas se destitui um presidente, sem sequer dar-lhe o direito de defesa? Para refrescar a memória, lembremos que o golpe de 1964 no Brasil, para além da óbvia articulação e movimentação militares, contou também com a participação ativa do Congresso Nacional, que mentirosa e ilegalmente considerou vago o cargo de presidente da República. Golpe é golpe, e não pode receber outro nome, venha sob a forma que vier. Leia mais

10 julho 2012

Nelson Pelegrino se licencia da Câmara e Emiliano assume a vaga


O deputado Nelson Pelegrino (PT) se licenciará do mandato na Câmara Federal a partir desta quarta-feira (11) para se dedicar exclusivamente à campanha para prefeito de Salvador. O posto de líder da bancada da Bahia na Casa será ocupado pelo presidente estadual do PCdoB, Daniel Almeida. Já a vaga do petista no Congresso será preenchida pelo seu correligionário Emiliano José. O pnrefeiturável foi a Brasília nesta terça (10) apenas se despedir dos colegas. “Agora é só pensar na campaha”, afirmou Pelegrino, em entrevista ao Bahia Notícias. Os demais parlamentares-candidatos  ACM Neto (DEM) e Márcio Marinho (PRB), que também disputam o comando da capital baiana; Amauri Teixeira (PT), que concorre em Jacobina; e Jânio Natal (PRP), postulante em Porto Seguro , não divulgaram se deixarão o Legislativo nacional durante as eleições deste ano.

Itororó: Ficha Suja pede registro de candidatura em nome de pai morto

O candidato a prefeito de Itororó, Marco Brito (PMDB), pediu o registro de sua candidatura em nome do seu pai, Henrique Brito Filho, já falecido, de acordo com informações do site Itororó Já. A solicitação de registro foi fui publicada em edital pelo cartório da 137° Zona Eleitoral no dia 29 de junho. Segundo relação do Tribunal de Contas dos Municípios, o peemedebista teve três contas rejeitadas (2004, 2006 e 2008), sendo que, destas, duas (2006 e 2008) foram julgadas e rejeitadas pela Câmara, o que o deixaria até o momento inelegível. Ainda segundo o site local, o Edital nº004/2012, com o pedido de registro de candidatura, foi fixado na sede do fórum do município.


O documento foi divulgado, mas, ainda não se sabe se foi um erro no momento do registro ou se poderia ser uma estratégia política por parte do grupo. Caso tenha ocorrido esta segunda opção, seria essa uma forma do ex-gestor ganhar tempo para tentar resolver suas pendências com a Justiça e se colocar elegível para concorrer ao Executivo Municipal em 2012.


Informações do Blog Itororó Já: http://www.itororoja.com.br

Perfis falsos que atacavam Kertész são retirados do ar

Mário Kertész (PMDB) conseguiu nesta terça-feira (10) a liminar favorável para as ações referentes aos ataques que sofreu nas redes sociais. O prefeiturável entrou com uma ação judicial no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) no último sábado (7) contra dois perfis anônimos criados no Twitter e Facebook com o intuito de denegrir a sua imagem. As páginas foram retiradas do ar. As ofensas cometidas contra candidatos na internet podem ser consideradas crime eleitoral. 

09 julho 2012

Una: Bandidos assaltam Banco do Brasil e metralham prefeitura

Oito homens armados invadiram e assaltaram, na manhã desta segunda-feira (9), a agência do Banco do Brasil do município de Una, no sul baiano. Por volta das 9h30, antes da abertura do banco, os bandidos chegaram em dois carros, renderam dois guardas e um policial civil e anunciaram o roubo. A ação dos criminosos durou cerca de 30 minutos. De acordo com a delegada Norma de Freitas Santos, todo o dinheiro do cofre e dos caixas eletrônicos foi levado. Ao deixarem o local, os ladrões jogaram moedas para a população e clientes do banco, levaram os guardas como reféns e atiraram contra a fachada da prefeitura, localizada em frente à agência. Os criminosos fugiram em direção ao distrito de Colônia, na zona rural do município, que dá acesso à BR-101. Os reféns foram encontrados na estrada, próximos a dois carros incendiados. Na fuga, ainda segundo a delegada, os bandidos jogaram “miguelitos” (cruz formada por pregos para furar pneu de veículos) na pista. Segundo reportagem do A Tarde, não houve feridos.

Morre prefeito de Itaitê, na Chapada Diamantina



Admar Matos (PDT), prefeito de Itaetê, no sudoeste baiano, morreu na tarde deste sábado (7). Ainda não há informações sobre a causa da morte. O gestor tinha dado início à sua campanha para tentar se manter no cargo, já que disputaria a reeleição no pleito deste ano. O corpo do político, que já tinha sido prefeito de Itaetê outras vezes, foi velado na Câmara de Vereadores e em seguida foi transportado para o distrito de Cascavel, no município vizinho de Ibicoara, região da Chapada Diamantina, onde foi sepultado.

Mário Kertész registra ocorrência por ataques na internet

O candidato à prefeitura de Salvador Mário Kertész (PMDB) entrou no último sábado (7) com duas representações judiciais no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) por ter sido vítima de ataques anônimos nas redes sociais. Segundo a advogada do candidato, Deborah Guirra, as ofensas partiram de um perfil no Twitter e uma fan page no Facebook. “São perfis que atacam a imagem dele e não contribuem em nada para a discussão política”, afirmou, em entrevista ao Bahia Notícias. Nas representações, o peemedebista pede tanto direito de resposta quanto a retirada dos perfis do ar. A mesma reclamação também foi feita diretamente aos responsáveis pelas redes sociais. “Fizemos pedidos administrativos nos sites. Eles dizem que recebem muitas reclamações e achamos por bem pedir judicialmente também. O TRE costuma ser rápido nesses casos”, explica Guirra. Mesmo promovidas por particulares, as ofensas podem ser tipificadas como crime eleitoral. De acordo com o advogado especialista em direito eleitoral J. Pires, há como identificar os autores das páginas e além da retirada do conteúdo da rede, os responsáveis pelos perfis podem responder judicialmente pelos seus atos. “A manifestação livre de opinião pode acontecer, desde que não seja ofensiva e anônima. Insultar não é permitido nem no período eleitoral nem fora dele. Aí há abuso, pois ultrapassa a simples emissão de opinião”, sentencia Pires. Desde a eleição do presidente americano Barack Obama em 2008, o uso das redes sociais como plataformas de campanha estão em voga. Ainda assim, a fiscalização e regulamentação das leis eleitorais nos sites de relacionamento ainda são um desafio, pois podem esbarrar na liberdade de expressão. “Não deixar o eleitor se manifestar fere as garantias constitucionais. O que não pode é dizer que um candidato é bom em detrimento do outro ou se esconder no anonimato”, avalia Pires. Até o momento, Kertész foi o único prefeiturável soteropolitano a apresentar queixas relacionadas a injúrias na internet. As representações tramitam na 10ª e 11ª zonas eleitorais e a perspectiva da advogada do candidato é a de que alguma decisão seja tomada até a tarde desta terça-feira (10).