20 março 2013

Substituição em Boninal continua indefinida

Durante a 23ª sessão ordinária do TRE da Bahia, realizada dia 19.03.2013, com a presença dos Juízes Sara Silva de Brito, presidente, Maria do Socorro Barreto Santiago, Josevando Souza Andrade, Cássio Miranda, Roberto Maynard Frank, Wanderley Gomes e o Procurador Regional Eleitoral, Sidney Madruga, permaneceu indefinido o julgamento da substituição do candidato a prefeito de Boninal pelo DEM, PMDB, PV, PC do B, PP, PR e PTB. Na terceira sessão de julgamento o resultado continuou empatado, só que agora com 3 X 3. Como o TRE é composto por 7 juízes caberá á Presidente daquela Corte, Juíza Sara Silva de Brito, proferir o voto de desempate.

Veja o que ocorreu até agora, conforme ata oficial do TRE:
Processos em pauta para julgamento: Voto de vista proferido pelo Juiz Cássio Miranda: Recurso Eleitoral nº 290-27.2012.6.05.0105, Classe 30, Boninal, relatado pelo Juiz Wanderley Gomes em sessão ordinária deste Tribunal. Decisão: “Inacolhidas as preliminares, à unanimidade. Após os votos do Relator e do Juiz Paulo Roberto Lyrio Pimenta dando provimento ao recurso, pediu vista a Juíza Maria do Socorro Barreto Santiago. Prosseguindo no julgamento proferiu voto no sentido de negar provimento ao recurso, tendo sido acompanhada pelo Juiz Josevando Souza Andrade. Após, pediu vista o Juiz Cássio Miranda. Prosseguindo no julgamento proferiu voto no sentido de acompanhar o Relator, tendo o Juiz Roberto Maynard Frank votado com a divergência. Constatado o empate, a Juíza Presidente pediu vista dos autos para proferir voto de desempate.”

Um comentário:

Anônimo disse...

Quando Será a nova seção?
Cremos que teremos a Votória, em nome de Jesus - 13 com a força de Deus.