15 outubro 2013

Presidente Jonas Paulo é entrevistado no programa “Papo Livre com João”

Dando continuidade a sua agenda de entrevistas da semana, o presidente estadual do PT, Jonas Paulo, à convite do ex-prefeito João Henrique, compareceu na manhã de hoje (15/10), ao programa “Papo Livre com João”, na Rádio 100,7 FM.

Em pauta, sucessão do Governo do Estado, Processo de Eleição Interna do PT (PED 2013), pesquisas, Estatuto do PT, e os principais avanços do Brasil no governo Lula. Sobre o PED 2013.

Jonas avaliou. “Estamos vivendo um processo interno tranquilo, muito parecido com a minha reeleição, o PT é o único partido que tem eleição interna para escolher o seu presidente, um partido verdadeiramente democrático”, disse.
 Questionado sobre a escolha do candidato ao governo em 2014, e uma possível divergência de opiniões entre o governador e lideranças políticas dentro do partido para a escolha do nome, Jonas foi enfático: “O governador é o nosso mais ilustre filiado, portanto; a opinião do governador como líder do processo tem um peso. Mas ele como líder, sabe que existe um partido, que tem filiados e temos que ouvir consultar as lideranças, inclusive lideranças nacionais, para finalmente tomarmos a decisão que una o partido”, e fez questão de ressaltar os critérios que credenciarão o candidato. “ Densidade política eleitoral, capacidade de liderança, capilaridade, poder de agregação social e política, competitividade e a capacidade de representar o projeto nacional. A decisão já está amadurecida e muito em breve anunciaremos o nome do candidato. O PT está unido e coeso na construção de uma decisão que contemple todos os seus aliados”.

Ainda sobre candidaturas para 2014 ( Eduardo Campos e Marina Silva), Jonas se limitou a dizer: “A política é feita de disputas. Quem disputa do seu lado é aliado, quem disputa contra, obviamente não é aliado. O nosso palanque é o palanque da reeleição da presidenta Dilma, não se pode servir a dois senhores”. Sobre as últimas pesquisas, Jonas relembrou. “ Não podemos nos pautar por pesquisas, se assim fosse, teve um prefeito que estava bem abaixo nas pesquisas em 2008 e foi reeleito”, brincou, referindo-se ao próprio ex-prefeito que o entrevistava. E concluiu: “ Portanto, as pesquisas são apenas um retrato do momento, mas não nos pautamos apenas por estes dados”.

O radialista João Henrique, por sua vez, ressaltou os avanços obtidos durante os oito anos do governo Lula, afirmando que era inegável os avanços do projeto nacional, e contextualizou: “ Após os oito anos do presidente Lula, o Brasil avançou muito no ponto de vista social e no equilíbrio da distribuição de renda, o presidente Lula passou a ser um marco na história do país”, opinou. Em contrapartida, Jonas fez o complemento: “ O caminho da mudança é um caminho longo para corrigir desigualdades de décadas. Mas nós avançamos muito na Bahia e no Brasil. O mais importante é que haja um verdadeiro compromisso e a presidenta Dilma tem demonstrado isso. Com a Dilma percebemos que é possível fazer melhor e que não podemos perder as esperanças”, finalizou.

Nenhum comentário: